domingo, 19 de setembro de 2010

Rockstar Uproar review (Irvine, CA) pela OC Register

A OC Register fez uma review (bem grande) do concerto que os Avenged Sevenfold deram na passada sexta-feira em Irvine na Califórnia.
Vejam a review clicando aqui.
Abaixo segue a tradução dos primeiros cinco parágrafos:

É sempre emocionante ver uma banda local fazer bem, especialmente após de sofrerem uma tragédia como os Avenged Sevenfold sofreram em Dezembro passado, quando o grupo de Huntington Beach perdeu a sua âncora, o baterista Jimmy “The Rev” Sullivan.

A paragem do Uproar Festival em Orange County na sexta-feira à noite no Verizon Wireless Amphitheater em Irvine foi a primeira vez que a banda tocou aqui desde a morte do Sullivan – e o apoio da multidão da cidade-natal não podia ser maior.

Com o baterista dos Dream Theater Mikke Portnoy a preencher o resto da banda – o vocalista M. Shadows, o guitarrista de ritmo Zacky Vengeance, o guitarrista solo Synyster Gates e o baixista Johnny Christ – subiram ao palco para embalar firmemente a audiência que lhes deu as boas-vindas de braços abertos.

Eles abriram com a faixa-título do seu primeiro álbum de top das tabelas, Nightmare, um duplo caiu das vigas, e ficou pendurado por uma corda. Ele ficou apoiado por uns arreios, claro, ainda assim ficou lá pendurado, flácido em sem vida, enquanto o Shadows, de pé mesmo abaixo das sapatilhas do homem, cantava o refrão: “You should have known / The price of evil / And it hurts to know that you belong here.” Eventualmente aquela figura enforcada foi levada por médicos falsos numa maca.

Ao ver estes rapazes tocarem na sexta-feira à noite, senti-me como se tivéssemos crescido juntos – e parecia que a maior parte da multidão sentiu o mesmo. Eu lembro-me de fazer a cobertura dos Avenged Sevenfold em 2002 quando eles foram cabeça de cartaz no Chain Reaction em Anaheim; não devia de haver lá mais de 200 pessoas. Nesta noite, contudo, quase 10,000 fãs foram ao Uproar, muitas delas com t-shirts dos A7X vestidas, coisas frescas e limpas vendidas em barracas aqui ou t-shirts rasgadas e andrajosas compradas na mesa de merchandising suja da banda há uma década atrás.

Fonte/Source

Comentários
Facebook Comments by Blogger Widgets