quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Chris Jericho: "Acho que o M. Shadows é um grande frontman"

Alex Obert do site Journey Of A Frontman falou com o vocalista dos Fozzy, Chris Jericho, e ele teceu bons comentários sobre M. Shadows e também sobre os próprios Avenged Sevenfold.
Vejam abaixo o que ele disse:

(...)

Alex Obert: Procurarias uma oportunidade para que o Michael Starr se apresentasse num concerto dos Fozzy e cantasse a música Tonite contigo?
Chris Jericho: Não tenho a certeza, quer dizer, é sempre divertido. O M. Shadows veio e cantou a Sandpaper connosco. Uma vez o Phil Campbell veio e tocou a Addiction connosco. Tem tudo a vez com onde tu estás e com as agendas de ambas as bandas e todo esse tipo de coisas. Certamente seria espetacular, ele fez um grande trabalho. Adoro aqueles rapazes e vamos fazer muito mais com eles, portanto nunca se sabe.

(...)

AO: Quais são os teus frontmen favoritos da atualidade?
CJ: Acho que o M. Shadows é um grande frontman, ele faz um grande trabalho. Corey Taylor é um frontman muito bom, ele não tem medo de andar aquela milha adicional para deixar as pessoas entusiasmadas e deixá-las por dentro do que se passa em palco. Todos os truques básicos de um frontman resumem-se ao David Lee Roth, Paul Stanley, Mick Jagger e Freddie Mercury. É o mesmo conceito. Como eu disse, não teres medo de seres tu mesmo e chegares lá e apenas divertires-te, meu. E quando te divertes, isso recai sobre o público. Dessa forma eles sentem-se da mesma forma. Como um frontman, tu defines o tom do resto do espetáculo. Tu defines o tom da vibração da audiência. Se tu és do tipo de frontman que se deixa estar, é provavelmente esse o tipo de reação que vais ter. Mas há algumas pessoas a ver o concerto, é isso que eles querem. Isso não acontece connosco. Queremos que o pessoal se passe. Queremos que as pessoas cantem "Hey! Hey! Hey! 1! 2! 3!", e que metam as mãos no ar. É isso que queremos. Temos um concerto para dar.

(...)

AO: Falando de vários géneros, apesar de seres conhecido por seres um grande fã de heavy metal e de rock clássico, estou curioso por saber quais bandas de punk tu ouves.
CJ: Nunca fui muito virado para o punk. Quer dizer, adoro os The Clash, respeito os The Ramones, de certa formas os velhos clássicos. Havia uma banda de punk no Canadá quando eu estava a crescer chamada The Dayglo Abortions. Eles tinham algum bom material também. Os Dayglo de certa forma que me fizeram ouvir Dead Kennedys e Jello Biafra, então eu também ouvi essas bandas. Apenas mais do tradicional punk dos anos setenta/oitenta. Gosto de Rancid. Gosto de NOFX, o Shadows fez-me ouvir NOFX. Eles também são uma banda muito boa.

(...)

AO: Nome de banda favorito?
CJ: Acho que provavelmente Anthrax é o nome no heavy metal mais fixe de todos os tempos. É apenas um grande nome, não é de má qualidade, não é fraco. Quando pensas em Megadeth ou Metallica ou Slayer, a primeira vez que ouves, são muito vulgares, mas Anthrax soa sempre fixe. Acho que Avenged Sevenfold também é um grande nome.

Comentários
Facebook Comments by Blogger Widgets