sábado, 15 de novembro de 2014

O dia em que Mike Portnoy quase matou M. Shadows

No seu novo livro, 'The Best In The World: At What I Have No Idea' ('O Melhor Do Mundo: Não Sei Em Quê' traduzido à letra), Chris Jericho conta a história do dia em que Mike Portnoy quase matou acidentalmente M. Shadows.
Leiam a história abaixo:

Depois de algumas voltas, o Johnny encostou junto à praia para que o Shads pudesse dar umas voltas. O Matt estava perto da costa, a empurrar a mota de água horizontalmente em frente a ele. Reparei que o Mike estava a acelerar em direção à praia como se planeasse atirar com água no Shads, mas parecia que ele estava a aproximar-se um pouco demais e um pouco depressa. Pensei que ele soubesse o que estava a fazer, então virei-me para o churrasco, mas uns segundos depois ouvi um estrondo enorme. O meu coração caiu porque estava convencido do que tinha acontecido: Mike Portnoy acabara de matar o seu companheiro de banda. O tempo parou e eu já conseguia ver as manchetes na Blabbermouth.com: M. SHADOWS MORTO NUM BIZARRO ACIDENTE COM UMA MOTA DE ÁGUA EM CASA DE CHRIS JERICHO. MIKE PORTNOY SUBSTITUI BATERISTA E MATA VOCALISTA. A forma como o Matt estava a empurrar a mota em frente a ele, eu estava certo que o Portnoy acabara de perder o controlo e tinha-o abalroado, esmagando-o entre a mota de água e o muro de pedra que separava o lago do meu relvado. Eu estava à espera de o ver rasgado em duas metades com o seu tronco no relvado, e as suas pernas viradas para cima completamente ensanguentadas entre a parede e o barco. Mas quando me virei, as pernas do Matt estavam, felizmente, agarradas ao tronco e ele estava em cima delas.

Comentários
Facebook Comments by Blogger Widgets